sábado, 3 de maio de 2008

Não espere nada de ninguém.

Não espere um sorriso, uma mão, um empurrão. Não espere um sim, mas sim um não. Não espere o ombro amigo, não espere uma lágrima sincera. Não espere dor, arrependimento, amor. Não espere que alguém venha lhe dizer que é seu "amigo". Não espere um abraço de irmão não de sangue. Não espere o silêncio quando é mais preciso. Parece ser meio rude ou então até mesmo mentira, mas... Jamais espere algo de alguém. Que "amigo" deixaria a chance da vida dele para te ajudar? Que "amigo" deixaria de lado a vida, para te ajudar? Que "amigo" te abraçaria e contaria tudo, tudo mesmo, sem esconder nada de você? Não falamos nem 3/10 do que pensamos, quanto mais quando é a "verdade", porque a "verdade" é subjetiva, ela não existe, cada um de nós que cria sua própria "verdade". Eu apenas cansei de dar sempre o melhor de mim, para receber nada, nada em troca. E por isso... Não espere nada de NINGUÉM.

Drivin me wild.

Um comentário: