sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Love is a losing game.

Eu me confundo no amor. Tropeço no meu próprio cadarço, quase morro enforcada por ele mesmo. Ai, que coisinha complicada é amar. Tem horas que borboletas voam no seu estomago e tem horas que você vive a agonia do amanhã. Tem horas que não entendemos como isso pode deixar-nos assim. Amor não se pode escrever em uma folha, uma linda história, e quando se cansar amassá-la e jogá-la no lixo. É muito mais difícil que isso. Às vezes anseio ficar sozinha, só para não sofrer. O dia em que conseguirem desvendar os meus segredos, e saber o por que de tudo isso, ganham o jogo.

Drivin’ me Wild.

Nenhum comentário: