quarta-feira, 6 de maio de 2009

Ainda há de existir...

Não tenho tido tempo para pensar. Para respirar. Para viver. Vivo sem tempo pra nada, até me falta alguns minutos a mesa. É sensação de sufoco um trabalhando por outro e outro por outro... Canso-me de ver toda essa gente cansada de viver. Será que de tudo isso se leva alguma recompensa? Ou algo do tipo? Não sei. Ninguém sabe. Nem se importam em saber. A única coisa que importa é enfastiar-se de estar. Viver assim é a tendência. Mas deixe, quem sabe um dia a gente aprende um modo novo de viver...

Nenhum comentário: